O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, 41, foi entubado na noite desta segunda-feira (3), após o sangramento na cárdia, entre o esôfago e o estômago, ter sido estancado com procedimento endoscópico de hemostasia.

 

Tratando de um câncer que começou no sistema digestivo, ele havia sido internado na Unidade de Terapia Intensiva do hospital Sírio-Libanês e intubado mais cedo.

 

Covas foi internado no domingo (2) para fazer exames de sangue, de imagens e endoscópico para continuar o tratamento de quimioterapia e imunoterapia, diz a prefeitura. A endoscopia mostrou que havia um sangramento no local do tumor inicial, na cárdia, entre o esôfago e o estômago. Após passar por procedimento endoscópico e ter o sangramento estancado, ele foi extubado já na noite desta segunda. Covas é acompanhado pelos médicos David Uip, Artur Katz, Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e Roberto Kalil Filho.

 

O prefeito então foi levado à UTI e intubado. Covas é acompanhado pelos médicos David Uip, Artur Katz, Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e Roberto Kalil Filho.

DEIXE UMA MENSAGEM

Seu endereço de email não será publicado.