O presidente nacional do DEM, ACM Neto, quer priorizar o nome do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, antes de defender uma aliança do partido com Ciro Gomes (PDT) na eleição de 2022. Segundo ele, ainda “é cedo para falar” sobre coligações no próximo pleito e, por enquanto, a sigla vai apostar em uma solução caseira (pelo menos no discurso). Mandetta ganhou protagonismo no DEM por defender posicionamentos baseados na ciência no início da pandemia.

 

“Primeiro, a gente estabeleceu dentro do DEM que o assunto 2022 no campo nacional só será tratado mais abertamente a partir do segundo semestre. Nós temos que respeitar a agenda do país que neste momento é a agenda da pandemia. É a prioridade absoluta do país.

DEIXE UMA MENSAGEM

Seu endereço de email não será publicado.