Após infringir o regulamento sobre ódio organizado, um anúncio publicado pela campanha eleitoral do presidente americano, Donald Trump, foi removido do Facebook, nesta quinta-feira (18). Na peça, que atacava a esquerda, mostrava um triângulo vermelho invertido, usado pelos nazistas que obrigavam os presos políticos a exibir o símbolo, nos campos de concentração.

O anúncio ainda atacava as “hordas perigosas de grupos de extrema esquerda” e pedia aos internautas que assinassem uma petição contra os “antifa”, que Trump acusou, sem provas, de causar distúrbios durante as manifestações recentes contra a violência policial nos Estados Unidos.

O Facebook autoriza publicidade com caráter político e se nega a submeter as declarações dos candidatos e políticos a seu programa de verificação de fatos, porque, segundo a rede social, os leitores devem formar suas próprias opiniões. Mas, as mensagens são submetidas às regras gerais contra o terrorismo, a apologia à violência e as informações práticas falsas sobre as eleições

Sobre o autor

Matérias relacionadas

DEIXE UMA MENSAGEM

Seu endereço de email não será publicado.