Ex-prefeito de Salvador e principal nome da oposição na disputa pelo Palácio de Ondina em 2022, ACM Neto afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ainda que esteja habilitado para participar do processo eleitoral, “não vai decidir eleição na Bahia”.

 

“Se você me perguntar se Lula vai ter força pra decidir a eleição na Bahia, eu tenho certeza que não. Não quero dizer com isso que estou subestimando ninguém, mas acho que aquela coisa de ‘ah, chegava Lula, apontava o dedo e automaticamente elegia alguém’, isso não vai acontecer”.

Em entrevista vrtual nesta sexta-feira (9), Neto afirmou que o PT usou um discurso de “chantagem” em disputas anteriores no estado sugerindo aos baianos que era preciso haver alinhamento político com os gestores nacionais.

 

“Outra coisa, aquele velho discurso de que o governador tinha que ser aliado do presidente, eu acabei na Bahia. Eu me elegi em 2012, me reelegi em 2016, fiz meu sucessor em 2020 e a cidade só fez melhorar, está claro que não tem essa coisa. Era um discurso de chantagem que existia até 2012, isso não cola mais”, pontuou.

 

Segundo ele, a escolha do próximo governador se dará mediante aspectos locais, de livre escolha da população. “Quem vai decidir a eleição é a Bahia. O nosso lance está aqui e a decisão que vai acontecer tem a ver com a Bahia”.

 

“Lula é uma liderança super importante, ninguém pode subestimar, mas de uma coisa eu tenho certeza Lula não vai decidir a eleição na Bahia, ponto. Eu já provei em 2012 que, enfrentando Wagner, Lula e Dilma, eu consegui ganhar a eleição na capital […] aqui a eleição passa por uma dinâmica diferente”, completou.

DEIXE UMA MENSAGEM

Seu endereço de email não será publicado.