Operações policiais de potencial político ainda mais explosivo podem ser determinadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que acumula informações suficientes para embasar as ações. No entanto, segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o ministro resolveu esperar pelo resultado das buscas feitas nesta semana para encorpar o material que já tem – e partir para ações mais contundentes no inquérito que investiga fake news.

Na terça-feira, uma operação da Polícia Federal teve como alvo apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Em abril, a PF identificou Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente, como um dos articuladores de um esquema de criminoso de fake news. A real possibilidade dele ser alvo de alguma ação no inquérito preocupa o pai

DEIXE UMA MENSAGEM

Seu endereço de email não será publicado.