A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Sexta Parcela, nesta quinta-feira (17), que investiga fraude milionárias por meio do recebimento de Benefícios Emergenciais, os quais beneficiam parte da população com dificuldades financeiras na pandemia de covid-19. A ação acontece na Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Roraima e São Paulo.

 

Em Salvador, os agentes cumpriram dois mandados de prisão temporária e quatro mandados de busca e apreensão, vinculados a três inquéritos policiais. Os procedimentos são relacionados com suspeitos de fraudar ao menos 98 contas para percepção do auxílio emergencial, contabilizando o montante fraudado de R$ 60.600,00, valor que está subestimado, pois a análise inicial recaiu num período exíguo de oito dias.

 

A PF destaca que, no geral, foi identificado durante as investigações que uma das associações criminosas especializadas nestas fraudes causou um prejuízo financeiro à Caixa Econômica Federal e à União no valor aproximado R$ 580.000,00. Demonstrando que na fase inicial das operações, o prejuízo está subdimensionado.

Sobre o autor

Matérias relacionadas

DEIXE UMA MENSAGEM

Seu endereço de email não será publicado.