O suposto interesse do Atlético-MG em contar com Guto Ferreira, do Ceará, para o cargo de treinador, não durou muito tempo. Horas após a divulgação de que o “Gordiola” seria um dos nomes cotados para assumir o Galo após o anúncio da saída de Jorge Sampaoli, o clube emitiu nota oficial negando a intenção.

 

Na nota, o Atlético afirma que “a informação não é verdadeira e se presta a atender outros interesses, que não o de informar corretamente à torcida atleticana e à sociedade em geral”.

 

A informação havia sido anteriormente divulgada pelo jornalista Sérgio Loredo e pelo ge.globo.

 

Na última terça-feira (16), Guto renovou com o Ceará até o final de 2021. O técnico será o primeiro na história do alvinegro a iniciar e terminar a Série A na era dos pontos corridos.

 

Renato Gaúcho é o favorito da diretoria mineira para assumir o Galo. Além dele, Cuca e o venezuelano Leonardo Jardim, ex-Mônaco, são cotados para substituir Jorge Sampaoli, que está de saída para o Olympique de Marselha, da França.

DEIXE UMA MENSAGEM

Seu endereço de email não será publicado.