Pela primeira vez, o governo federal decidiu cobrar pelo aluguel de espaços em terrenos da Marinha que são usados para a instalação de camarotes de Carnaval no circuito Barra-Ondina, em Salvador. Veículos de comunicação também vão ter que pagar. A informação foi divulgada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Com a novidade, a Superintendência do Patrimônio da União (SPU) afirma que cumprirá, assim, a legislação vigente, que determina a cobrança a título de pagamento de permissão de uso de área da União. A estimativa do órgão é arrecadar aproximadamente R$ 200 mil. Os locais e os montantes avaliados pela SPU já começaram a serem levantados e fiscalizados.

DEIXE UMA MENSAGEM

Seu endereço de email não será publicado.