O governador Rui Costa (PT) afirmou hoje (1º), durante entrevista no Youtube, que estuda medidas a serem tomadas contra uma unidade em Barreira que tem inflado o preço em negociações com o Estado para tratar pacientes suspeitos de contraírem o novo coronavírus.

O Notícias já apurou que a unidade responsável pela alta de preços é o Hospital Central. Rui Costa não descartou intervir centro médico.

“Estamos em negociação com um hospital privado, mas tenho que tomar uma decisão. O valor que ele está pedindo é estratosférico. Fora da realidade. Nós não vamos admitir. Temos que zelar pelo dinheiro do povo. Se for o caso, faço requisição administrativa do hospital inteiro”, afirmou.

A cidade não apresenta novos casos dá doença há 11 dias. Com isso, o transporte intermunicipal será reestabelecido para o local, segundo o governador.

DEIXE UMA MENSAGEM

Seu endereço de email não será publicado.